Brucelose
A brucelose é uma doença infecto-contagiosa que afeta diferentes espécies animais. Esta enfermidade representa uma das principais zoonoses em todo o mundo. Com objetivo de diminuir os impactos econômicos advindos da persistência de brucelose e tuberculose em rebanhos bovinos e bubalinos foi instituído em 2001, pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose Animal (PNCEBT).

No diagnóstico laboratorial a combinação de testes utilizados em série costuma ser a melhor estratégia. As provas sorológicas utilizadas pelo PNCEBT para diagnóstico da brucelose bovina e bubalina são divididas em provas de triagem, como teste do Antígeno Acidificado Tamponado (AAT), também chamado de rosa de bengala ou “card test”, realizado por médicos veterinários habilitados, por laboratórios credenciados ou por laboratórios oficiais credenciados; e confirmatórias como o teste de Redução do 2-mercaptoetanol (2-ME) realizado apenas por laboratórios credenciados ou por laboratórios oficiais credenciados.

Essa estratégia se direciona com a escolha de um teste de triagem, seguido de um teste confirmatório, realizado apenas nos soros que resultarem positivos no teste anterior, para confirmação.

A confirmação de um animal positivo resulta no sacrifício do mesmo, a fim de eliminar as fontes de infecção do rebanho, com objetivo de criar propriedades livres da doença.


EXAME


AMOSTRA

AAT Soro sanguíneo
2-ME Soro sanguíneo